segunda-feira, 22 de abril de 2013

Reajuste entra em vigor


Com a energia mais cara, saiba como economizar


Com pequenas mudanças em hábitos diários de consumo, é possível pagar até 5% a menos no fim do mês

A partir de hoje, a conta de luz do cearense aumenta em até 4,38%. Nas residências, o acréscimo é de 3,44%. O reajuste não representa, necessariamente, mais gastos para o consumidor. Com pequenas mudanças em alguns hábitos diários de consumo de energia, é possível pagar até 5% a menos no fim do mês. Para isso, é preciso disciplinar o uso dos equipamentos.

Mas, como evitar que uma lâmpada e o televisor, por exemplo, fiquem ligados sem necessidade, práticas tão comuns entre as pessoas? Para o engenheiro do setor de eficiência energética da Companhia Energética do Ceará (Coelce), Marconi Melo, o segredo é o planejamento.

Ele cita procedimentos importantes antes de o consumidor começar a modificar determinados comportamentos. Rever as instalações elétricas do imóvel, principalmente se forem antigas, é interessante.

"Às vezes, existem emendas mal feitas ou fios em contato com as paredes, gerando vazamento de corrente, o que representa gastos indesejados", explica o especialista.

Outra dica do engenheiro é observar se existem eletrodomésticos antigos na residência, como geladeira com borracha desgastada, que contribui para aumentar a conta de luz. Segundo ele, vale a pena trocar o aparelho por um novo. Mas, o consumidor deve priorizar equipamentos que possuam o selo Procel/Inmetro de economia de energia.

Trocar lâmpadas incandescentes por fluorescentes compactas também é fundamental. Isso porque elas têm vida útil maior e iluminam mais. "Enquanto as incandescentes duram cerca de mil horas, as fluorescentes podem chegar até oito mil", destaca Marconi Melo.

Com relação ao ferro de passar e à máquina de lavar, é importante que o consumidor separe dois dias na semana para utilizá-los. Para garantir uma fatura mais barata, é necessário usar a máquina com sua capacidade máxima. E, depois, engomar as roupas de uma só vez.

Mito

Existe a crença de que o consumo de energia é maior quando se acende e apaga a lâmpada constantemente. Por isso, muitas pessoas preferem deixar a luz ligada ao sair de um ambiente. De acordo com Marconi Melo, isso é mito. Ao contrário do que se pensa, o gasto é menor.

Sobre o fato de deixar aparelhos plugados nas tomadas, o engenheiro diz que o consumo, mesmo sendo baixo, só ocorre com equipamentos que têm a função "stand by", como alguns sons e televisores, por exemplo.

"Para usar uma fórmula bem simples, a gente pode dizer que, para garantir uma boa economia no fim do mês, são necessários equipamentos potentes, eficientes e um tempo de uso racional desses equipamentos", destaca o engenheiro.

Acréscimo
3,44% é o aumento na conta de luz do consumidor residencial no Ceará. Dependendo da classe de consumo, pode chegar a até 4,38%.